quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Textual description of firstImageUrl

ESCLARECIMENTOS SOBRE A PARCERIA DA BOINGO COM A MASTERCARD

Entrei em contato com o banco, e verifiquei que os cartões Platinum que foram autorizados na verdade são adicionais do Black, ou seja, o gerente não deu o Black mas emitiu um Platinum linkado na conta principal que é Black, e eu nem sabia que isso podia ser feito. Por isso o sistema autorizou, porque caso contrário somente mesmo cartão Mastercard de Bandeira Black ou Private. 

Acabei de chegar em Cingapura, e já estou fazendo uso da internet em vários pontos da cidade. O serviço funciona e é bem confiável. Fiz um teste no SpeedTest e consegui 50Mbits no centro de Cingapura, mas não podemos nos esquecer que estamos falando de Cingapura. Uma coisa que consegui também, e isso foi muito legal, foi a conexão no avião da Etihad, que é servido pela T-Mobile, mas permite quem tem conta no Boingo se logar, ou seja, meus últimos voos tiveram conexão wifi gratuita, embora o serviço tenha deixado muito a desejar. Agora, é muito importante que você baixe o aplicativo, e instale o perfil do Boingo, pois a partir de então o aplicativo sempre irá conectar o seu celular de forma automática no wifi, sem a necessidade de autenticação.



Essa parceria finalmente é um grande benefício para os portadores do cartões da Bandeira Mastercard Black, e lembro que recomendei justamente a bandeira Mastercard no post que indiquei o cartão Black Mastercard da Porto Seguro, como o melhor cartão de crédito hoje para brasileiros, na minha opinião pessoal. Fiquei muito contente de poder encontrar cobertura por aqui pela Ásia. E você? Já utilizou o serviço? Por favor não deixe de compartilhar para que podemos nos aprimorar no uso desse mais novo benefício. Boa Viagem.

*Captura de tela do aplicativo da Boingo.


terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Textual description of firstImageUrl

SMILES OFERECE PASSAGENS PROMOCIONAIS PARA CHICAGO, TORONTO, LISBOA, AMSTERDÃ, E DUBAI

Da Assessoria de Imprensa do Smiles:

Promoção válida até às 18h do dia 18 de janeiro
  


São Paulo, 17 de janeiro de 2017 – Na promoção “Essa é pra voar” desta quinzena, a Smiles oferece passagens promocionais para Chicago, Toronto, Lisboa, Amsterdã e Dubai. Clientes Clube Smiles e Diamante podem emitir bilhetes a partir de 27.500 milhas por trecho. Para os demais clientes, os bilhetes são encontrados a partir de 32.500 milhas por trecho. Promoção válida até às 18h do dia 18 de janeiro. As passagens estão sujeitas à disponibilidade.

Para que a experiência seja ainda mais completa, os clientes que reservarem hotel no site da Smiles e fizerem o pagamento com cartão de crédito, além das milhas recebidas por reserva, terão um bônus de 3 mil milhas.

A promoção e o regulamento estão disponíveis por meio do link:

EMIRATES TRARÁ O A380 PARA O BRASIL. SIM, E...?

Ontem foi uma enxurrada de veículos noticiando a operação da Emirates com o A380 a partir de março desse ano no Brasil, e nunca vimos tantos posts patrocinados no Facebook de vários veículos de aviação como verificamos ontem, o que até causa certa estranheza porque o veículo joga dinheiro fora para o Facebook com notícias alheias, e mal sabe que está sujeito à famosa Fazenda de Clicks (Click Farming), porém, o mais importante, quase ninguém falou, que são os valores absurdos que a empresa cobra para suas classes de serviço, até mesmo econômica, e nem como conseguir viajar nesse superjumbo utilizando milhas. Então vamos lá, o que realmente importa com a chegada desta aeronave no mercado brasileiro? O conforto, ponto.

A partir de 26 de Março você poderá viajar a partir de Guarulhos para Dubai no A380 da Emirates, e com isso terá 5 opções de uso de milhas ou pontos. É importante lembrar que o programa da Alaska Airlines, apesar de ser parceiro da Emirates não permite o resgate de passagens da América do Sul para o Oriente Médio, logo quem tiver o Mileage Plan pode esquecer esse resgate. Agora vamos as 5 formas de conseguir viajar nesse avião sem desembolsar muito:

1 - Programa Skyward da própria Emirates: Esse é o programa da própria empresa que permite o resgate puramente em pontos, ou em pontos mais dinheiro. O Membership Rewards atualmente transfere para o programa da Emirates.

2 - Programa Smiles: Essa parceria foi anunciada recentemente, porém o programa cobra um valor vultuoso de milhas para emissão de passagens prêmio.

3 - Programa Victoria (TAP): Também existe uma parceria entre a TAP e Emirates, que pode ser muito vantajosa para quem aproveita os bônus de 100% de milhas extras nas transferências de cartão de crédito.

4 - Cartões de Crédito: A maioria dos cartões já possuem programas próprios para emissão de bilhetes aéreos, porém como você utiliza os pontos para pagar a passagem, pode ser exigida uma pontuação muito alta, no entanto, diferentemente do Smiles, a sua passagem é pagante, e você terá os benefícios da mesma, como por exemplo o acúmulo de milhas.

5 - Programa Tudo Azul: É possível emitir bilhetes da Emirates com pontos Tudo Azul pela parceira com o Viajanet, onde também você utiliza seus pontos para pagar a passagem, no entanto, diferentemente dos portais de cartões de crédito, o programa Tudo Azul costuma fazer promoções de transferência de bônus generosos, então pode valer a pena resgatar por esse meio também.

Obviamente que cada forma irá requerer uma pontuação diferente, sendo a pontuação da própria empresa sempre a mais favorável, até mesmo para privilegiar quem viaja e pontua com a Emirates. Claro que viajar de First na Emirates deve ser uma experiência incrível, porém considero a Etihad melhor nesse quesito, e como sempre não recomendo gastar milhas por gastar, mas sim usar se puder encaixar com algum roteiro de viagem, pois torrar mais de 200 mil pontos somente para conhecer cabine de avião é loucura, mas essa é só minha opinião, cada um faz o que bem quiser com suas milhas ou pontos. O importante é ser feliz, e utilizar seus pontos para economizar dinheiro. Boa Viagem.  
Textual description of firstImageUrl

MASTERCARD DÁ ACESSO DE WIFI A REDE BOINGO DE FORMA GRATUITA

Super dica do amigo Fábio, aquele que me convidou para o primeiro podcast do Mestre das Milhas, o qual você pode escutar aqui. De acordo com o site da Mastercard, os portadores de cartão da bandeira terão acesso a rede da Boingo que distribui internet wifi em diversos pontos no mundo. Lodo de início já falam em verificar sua elegibilidade, o que pode ser um balde de água fria, já que certamente os segmentos mais simples da bandeira estarão de fora. 

Aqui conseguimos registrar 3 cartões, 1 Black, 1 Platinum do Itaú Personalite, e outro Platinum da Itaucard, no entanto um GOLD da Itaucard não funcionou. Para ver se você esta elegível e solicitar o registro, você deve entrar e validar seu cartão pelo link oficial, que você encontrará abaixo. Isso é uma grande vantagem, e pode até mesmo dispensar a compra de chips no exterior já que a Boingo tem uma rede muito ampla no mundo. Espero que dê certo com você. Não deixe de escrever o seu feedback na seção de comentários. Boa Viagem.


*Imagem retirada do site oficial da parceria.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

UMA REFLEXÃO SOBRE A ATUAL SITUAÇÃO DOS PROGRAMAS DE MILHAGEM

Esse texto é direcionado somente para os programas de cias aéreas, os famosos programas de milhagem, que foram criados com a intenção de cobrir as "sobras" de assentos para os viajantes mais frequentes. Quando esses programas surgiram foram uma grande sacada para fidelizar clientes, e os programas eram muito bons e bem competitivos entre si, tudo isso porque as empresas "brigavam" pelo negócio de seus clientes.

Minha primeira viagem como cliente elite se deu em 1998, quando então era praticamente uma criança, e como Gold no AAdvantage na época recebi o upgrade gratuito para a Primeira Classe num voo de Boston para Orlando, e foi nesse momento que tudo começou a fazer sentido, e quando decidir continuar com o AAdvantage, que naquela época nem existia o nível Executive Platinum. No entanto naquele momento o ritmo de viagem era muito pequeno, mas continuei acompanhando a minha conta online com a ainda internet discada. 

Em 2007 fui fazer um intercâmbio no Canadá, e foi a partir daí que o ritmo de viagens começou a aumentar, sendo 2008 o meu primeiro ano no nível mais alto do programa da American, o então Executive Platinum, o qual mantive desde então. A partir de então raramente viajava na classe econômica, pois os upgrades internacionais costumavam liberar no momento da compra do bilhete, e os domésticos dos EUA às 100h da partida.

Desde 2013, quando a American saiu do capítulo 11, esse cenário começou a mudar, as disponibilidades ficaram mais difíceis, porém ainda era possível conseguir uma coisa ou outra com antecedência. Nesse ano os programas da Delta e United passaram a ser Revenue, e desde então o programa da AA foi considerado o melhor por dar mais milhas, e começou a receber vários prêmios da indústria, entre eles o famoso Freddie Awards.

Porém a partir de 2014 com a nova administração da American, o programa começou a modificar alguns aspectos, sendo em 2015 o grande anúncio da mudança para Revenue que ocorreu em Agosto do ano passado. Com isso o melhor e praticamente o último programa que ainda valia a pena morreu, e isso de certa forma colocou em evidência o Latam Fidelidade do Brasil, que então adotou um padrão perfeito, revenue para voos domésticos, e distância para voos internacionais, mas isso morreu também com sua última modificação, e ainda passando a basear sua tarifa em dólar, para remunerar menos os seus clientes.

Foi focado aqui na trajetória do AAdvantage como base, mas fica claro que atualmente as administrações dos programas não entendem mais a sua função, e tentam utilizar o mesmo como um novo negócio para lucrar, como foi o caso do Multiplus. Então, a partir de agora, deixa-se de agraciar o cliente para utilizar esse programa para lucrar em cima dele, porém existe um erro básico nessa lógica. Programa de milhagem para fidelizar é diferente de programa de milhagem para lucrar. Por que? Porque no primeiro caso não existe prejuízo, pois você está concedendo ao cliente "sobras", e com isso atraindo mais clientes e por conseguinte aumentando o faturamento da empresa. No segundo caso é necessário um comércio, a empresa autônoma, Multiplus ou Smiles ou que seja, necessita pagar pelos pontos do cliente para a empresa aérea ou parceiro comercial e então torcer para que o cliente ou jogue esses pontos fora através de uma troca ruim, ou então os deixe expirar.

No entanto os programas de milhagem estão tendo lucros recordes, e justamente devido a expiração dos pontos ou milhas, porque justamente a disponibilidade está mais difícil, e por vezes os programas conseguem vender pontos por valores atrativos que acabam por direcionar o prejuízo para a empresa aérea. Com isso as empresas ainda estão sobrevivendo, mas estou prevendo um cenário obscuro para esses programas. Por que? Porque o que valorizamos em um programa de milhagem? Basicamente são duas coisas, upgrades e prêmios de passagens, e o cenário está para mudar radicalmente com a entrada dos bancos nesse mercado.

Os Bancos estão começando a entrar e forte nesse mercado produzindo cartões com benefícios cada vez mais próximos de programas de milhagem em seu último nível, e aí que entra a questão. A partir de agora, será muito melhor ter um cartão de crédito, mesmo que com uma anuidade razoável, com bons benefícios do que ser leal a um programa de milhagem. Essa situação é especialmente aplicável a maioria dos viajantes, que fazem poucas viagens no ano, e com um bom cartão não precisam se preocupar com as qualificações elite, podendo então comprar uma passagem em classe econômica, receber os pontos do cartão normalmente e utilizar benefícios como lounge, embarque prioritário, e outros.

Essa situação está em pleno desenvolvimentos nos Estados Unidos, quando então o passageiro deixa de escolher uma empresa aérea em função de sua fidelidade e passa a utilizar o melhor preço, por exemplo, uma pessoa que tem o American Express Platinum nos EUA, tem 400 dólares para gastar com cia aérea, então a pessoa pode adquirir um bilhete de classe econômica, pagar o upgrade que será coberto pelo cartão, e ainda ter acesso a sala vip do próprio cartão. Com todos os programas tentando lucrar em cima do passageiro, e com isso diminuindo seus benefícios, a melhor lealdade passa a ser o seu bolso, e os bancos já perceberam isso, utilizando do seu aparato para criar produtos que direcionem a sua lealdade para o Banco ao invés da empresa aérea, e a pergunta que antes era "Qual o melhor programa de fidelidade para voar?" está sendo aos poucos substituída pela pergunta "Qual o melhor cartão de crédito?" inciando uma era de sufoco para as empresas aéreas que ainda tem o seu programa de fidelidade em suas subsidiárias como o caso das empresas americanas, e limitando o lucro das empresas de pontos autônomas como o caso das brasileiras, e o novo cenário que começa a se desenhar nessa área é o fim dos programas de milhagem/fidelidade, e o início da era dos cartões de crédito turbinados, aqueles que estão surgindo para tomar o mercado. O final dessa história só o futuro dirá, enquanto isso continuamos aqui escrevendo sobre os programas atuais, e desejando você uma excelente viagem. 

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Textual description of firstImageUrl

POSSÍVEL BUG: AMSTERDÃ OU BRUXELAS PRA TOKYO POR 2.4 MIL REAIS EM EXECUTIVA

Prezados, essa é uma postagem em tempo real, logo pode ter alguns erros. Um colega de Facebook acabou de me informar que tem disponibilidade de AMS ou BRU com a Qatar em executiva por 640 Euros já com taxas, sendo o destino HND ou NRT. Como estou com recursos limitados não consigo colocar print no momento. Mas a quem interessar já vá à caça. Essa é uma excelente tarifa numa das melhores executivas do mundo. Ótima tarifa para pontuar e melhor ainda pra viajar. Boa Sorte.

CONSEGUI UMA AMOSTRAGEM: 1 a 7 de Junho de 2017 BRU - HND

CORRAM QUE ESTÁ ACABANDO!!!




Textual description of firstImageUrl

QUER CONHECER BELARUS?

O pessoal aqui do Blog gosta muito de visitar as antigas Repúblicas Soviéticas, e esse ano já temos Rússia, Letônia, Ucrânia, e Lituânia agendados, e hoje tivemos uma excelente notícia do Presidente da República de Belarus, a saber que todos os Brasileiros que pretendem visitar o país e entrar pelo aeroporto internacional de Minsk terão isenção de visto para estadia de até 5 dias, ou seja, menos uma burocracia para visitar um local rico em história e cultura. Você pode conferir o comunicado especial da Presidência por meio do link abaixo. E aí? Já está pesquisando passagens para lá?

LINK: COMUNICADO

*Foto da página oficial do Governo de Belarus.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Textual description of firstImageUrl

COMEÇA O FESTIVAL DE GUERRA DE TARIFAS: ORLANDO A MENOS DE 5 MIL REAIS NA EXECUTIVA

Demorou bastante, mas a fraca lotação dos aviões para a Florida finalmente cedeu para uma promoção com o objetivo de encher a classe executiva. Hoje a Aeromexico publicou uma tarifa de 4.971 Reais de São Paulo para Orlando e foi prontamente seguida pela Avianca e Copa, com uma diferença mínima, e a Delta diminui sua tarifa para 6.150 Reais, que apesar de mais cara tem um voo sem escalas. A American que possui a rota somente com conexão via Miami, Dallas ou Nova York por enquanto está mantendo suas tarifas a 6.300 Reais. Finalmente apareceu uma boa promoção de executiva para os EUA. Recomendo o uso da ferramenta do Google Flights para achar o melhor preço para você. Boa Viagem.



*Captura de tela do Google Flights. 
Textual description of firstImageUrl

MÉXICO A MENOS DE 1.800 REAIS COM A LATAM

A Latam está com uma boa tarifa para a Cidade do México. É possível achar tarifas de São Paulo para lá por 1.793 Reais ida e volta em classe econômica. Além dessa tarifa ainda tem Cuzco por 1.200 Reais, e Santiago a 690 Reais. São tarifas bem interessantes, e com relação a tarifa da Cidade do México montamos um quadro comparativo abaixo para quem pontua no AAdvantage ou no Latam Fidelidade. Perceba que os níveis de pontuação são semelhantes, mas nesse caso específico eu iria dar preferência para a American, pois como já mencionei anteriormente já que é para receber poucas milhas, que pelo menos elas contem para algum benefício futuro, como o programa de Million Miler, o qual de tá o status Gold vitalício para 1 milhão de milhas voadas e Platinum Vitalício nos 2 milhões de milhas voadas, todavia a decisão final é sempre sua. Para maiores informação acesse o Link no fim do artigo que irá te redirecionar para a página promocional da Latam. Boa Viagem.

PONTUANDO NO AADVANTAGE: 

Milhas para resgate: 2.394 pontos
Milhas para qualificação: 4.789 pontos
EQDs: 478,95 USD

PONTUANDO NO LATAM FIDELIDADE:

Milhas para resgate: 2.700 pontos
Milhas para qualificação: 7.184 pontos


*Imagem retirada do site oficial da Latam Airlines.
Textual description of firstImageUrl

PRONTO PARA A PRÓXIMA MISSÃO?

Amanhã começará a próxima missão do Blog, que até o presente momento ninguém acertou no instagram qual o destino final. Iremos transmitir tudo pelo Instagram, já que essa foi a rede social de escolha na enquete do Twitter. Serão 4 países visitados, 9 aeroportos, e muitas salas vips. Então para não perder fique ligado, pois amanhã mesmo já teremos tour de sala vip no Rio Galeão. Dessa vez estamos nos aventurando em um lugar que jamais fomos, e quem acertar o nome dessa cidade irá ganhar um Kit Completo com pijamas de uma das 4 Primeiras Classes que iremos participar nessa viagem. Não se esqueça de compartilhar! Boa Sorte.

Instagram: real_eloy


1Banners do Ano Novo1