quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Uso das milhas

Opa, estou com 60 mil milhas, então vou viajar! Certo ou Errado? Errado! Nem sempre o fato de você ter milhagem suficiente para uma viajem de ida e volta vale o uso das mesmas. Por quê? Simplesmente pelo fato de você observar o fator de ganho e uso das milhas como se fosse uma moeda corrente, por exemplo. Um cliente Platinum que tem 60 mil milhas, consegue ir e voltar para NYC (30K + 30K) na classe econômica. Porém se ele for em baixa temporada consegue pagar em torno de 900 dólares, que é o valor de uma passagem de baixa temporada, além disso ele ainda acumula 20 mil milhas, pois por ser platinum, recebe em dobro, e portanto com 80 mil milhas consegue viajar indo de classe econômica e voltando de executiva (30K + 50K), sendo que se a viajem for planejada com antecedência, pode fazer até por 70 mil milhas, esse mesmo itinerário. Ora, se para comprar 40 mil milhas geralmente paga-se 1500 dólares, vale muito a pena pagar a passagem e ganhar a milhagem para uso futuro em outras classes de serviço do que desperdiçar esse número de milhagens de forma cruel e sem economia. Uma passagem de classe executiva para NYC custa em média 5 mil dólares a partir dos principais aeroportos brasileiros. Então você pode fazer uso de suas milhas para emissão de um bilhete que custa 10 mil reais, que com certeza seria muito difícil de você comprá-lo pelas vias normais. E o que leva para chegar aos 100 mil do bilhete da executiva? Se você acompanha o Blog e leu a postagem do atalho para se tornar cliente Platinum, apenas 5 viagens em classe econômica sem promoção, ou apenas 3 viagens em classe econômica, levando em consideração as promoções de milhas em dobro existente hoje na American Airlines. Portanto, nem sempre é bom queimar as milhas, inclusive é até bom a checagem das mesmas todo ano para evitar sua expiração, logo fiquem espertos, e não jogue seu dinheiro no lixo, pois assim como tempo é dinheiro, milha é tempo, logo milha é dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário