domingo, 17 de março de 2013

Textual description of firstImageUrl

Ser VIP não tem preço



Muitos devem ter lido no jornal O GLOBO de hoje sobre um clube criado por 4 jovens que vendem o "ser VIP". Mas eu, sinceramente, não entendi a reportagem. Parece ser um bom empreendimento, mas pelo que pude observar, o simples fato de dar desconto em locais caros, ou garantir acesso a locais de difícil entrada não transforma ninguém em VIP. A pessoa que tem dinheiro nem sempre é VIP, inclusive geralmente é o oposto. Me lembrei de uma situação que ocorreu comigo em 31 de janeiro deste ano, na inauguração do novo avião da AA na rota Dallas - SP. Fui convidado a participar de um coquetel de lançamento, ir de primeira classe, e fazer um tour na área restrita da AA em Dallas. Porém, conheci um senhor no momento do embarque que estava reclamando, pois além de ter desembolsado 18 mil dólares para ir na mesma classe de serviço do que eu, não foi convidado para o coquetel, muito menos sequer notado ou congratulado ao entrar a bordo. E é justamente isso que eu, através deste Blog, juntamente com Fábio do Site Passageiro de Primeira, www.passageirodeprimeira.com, fazemos aqui, nós, sem cobrar 1 centavo, ensinamos todos a se tornar uma pessoa VIP, seja para a Companhia aérea, para Hotéis, Aluguel de Carro, entre outros. Ser paparicado em boate não é ser VIP. Ser VIP é pagar uma passagem em classe econômica e viajar de Executiva ou Primeira, fazer check-in no hotel e receber um upgrade de cortesia, fazer o check-out e o hotel assumir parte de sua conta de gastos incidentais, ser recebido num lounge privativo após chegar na limosine do estabelecimento enviada para lhe buscar aonde você estiver, ser convidados para eventos de verdade como Blue Carpet e Red Carpet, eventos estes impossíveis de penetrar. Então isso é ser VIP, e não a mensalidade que vai te dar 10% de desconto na Maria Bonita, ou fazer você furar fila numa boate, chega a ser hilário. Isso me lembra até o Miami Card que tem as mesmas funções para quem adquire dólar em certas casas de câmbio. Agora, se você quer ser paparicado, compre o pacote com o Guia Vegas, que atende os EUA todo e te dá mordomias inimagináveis, você incluvise pode ver as fotos na página do Guia Vegas no Facebook para entender o que é SER VIP. Pelo visto, toda essa reportagem no edição de hoje no GLOBO deve ter sido uma veiculação paga para promover o negócio, no entanto cheio de falácias escritas pelo repórter. Agora, eu respeito o uso do dinheiro de cada um, se alguém quiser torrar uma mensalidade para se convencer de que é VIP é direito dele, e disso ninguém pode negar, assim como alguém pode não ter dinheiro algum e ser VIP lendo e aprendendo o caminho aqui e nos outros veículos mencionados nessa postagem. A escolha é sua! Boa Viagem!




Nenhum comentário:

Postar um comentário