terça-feira, 10 de novembro de 2015

Textual description of firstImageUrl

O PROBLEMA DA RELATIVIZAÇÃO CAUSADO PELAS MILHAS

Não gostaria de comentar sobre isso, mas foram muitas as solicitações. Atualmente a Alaska Airlines está fazendo uma promoção de compra de milhas onde é possível ganhar até 50% de Bônus quando você adquire 40 ou mais milhas, sabendo que o limite é de 60 mil milhas. Logo você consegue comprar 90 mil milhas da Alaska ao custo de 1.773,75 dólares americanos. 

Muito bem, com isso muitos blogueiros americanos ficam divulgando que é possível viajar na Primeira Classe da Emirates com quase 90% de desconto. Então vamos lá, quanto custa uma Primeira Classe da Emirates no melhor trechos dos EUA que é considerado Los Angeles - Dubai?



Como você pode ver na imagem acima a melhor das hipóteses é 31 mil dólares americanos para uma viagem de ida e volta. A Emirates cobra uma viagem de ida e volta por 180 mil milhas entre EUA e Oriente Médio, logo seriam necessários 1.773,75 multiplicado por 2 o que equivale a 3.547,50 dólares. Então você compra uma passagem de Primeira Classe na Emirates por 86% do valor considerando que você ainda deverá arcar com as taxas e encargos da passagem. É um excelente negócio!!! MAS.... Para o americano ou quem viaja via EUA. 

A pergunta que fica é: Vale a pena para o Brasileiro? Pode até valer, pois com certeza o custo comparado será menor, mas nesse quesito é necessário entrar outras variantes como por exemplo o valor da passagem de ida e volta para os EUA e eventuais despesas. Ainda vale lembrar que mesmo apesar de o preço ser menor em termos relativos, absolutamente falando você terá um gasto de no mínimo 14 mil Reais, isso sem contato o IOF do cartão de crédito e as taxas para a compra das milhas.

Agora vamos analisar o caso Brasil em separado. Quanto custa uma passagem de São Paulo a Dubai em Primeira Classe? 



De acordo com a imagem acima na melhor das hipóteses 64 mil Reais. Quanto são 64 mil Reais hoje em dólar? 16 mil dólares!!! Quase metade do valor da passagem dos EUA, mas vamos seguir adiante. Quantas milhas Alaska são necessárias para emitir São Paulo a Dubai? ZERO!!! Daí você enlouquece e diz: Como? A Alaska não oferece resgates a partir do Brasil para destinos que possam utilizar a Emirates!!! PÂNICO!!! A única forma é ir para os EUA e de lá ir para os Emirados Árabes e fazer o retorno. 

Mas daí você fala, ah tá bom! Pelo menos vou economizar quase 90% do valor. Porém na verdade não, caso você levar em consideração o preço real da saído do Brasil direto para Dubai em First, a sua economia será de na verdade 70%, o que mesmo assim ainda é muito bom! Mas para que dissecamos tudo até aqui?

Preste atenção: A verdadeira pergunta é: Você realmente acha que vale a pena fazer isso? Nas condições normais de viagem onde você deseja ir aos Emirados de Primeira Classe não considero que seja um bom investimento. Por quê? A economia é grande, isso não há dúvidas, mas ainda sim o valor absoluto é muito alto com o atual patamar do dólar hoje. Com o dólar a 2 Reais com certeza minha resposta e opinião seriam diferentes, mas eu acredito que não vale a pena gastar mais de 15 mil Reais para ir de First via EUA pela Emirates até porque existem opções melhores e mais baratas de combinação de outras promoções. Imagine que alguém ofereça para você uma Ferrari de 5 milhões de dólares por 500 mil dólares. Você compraria? O raciocínio é o mesmo! 

Mas o fundamental e mais importante de tudo é o FATOR BRASIL, pois esse Blog é voltado para o público brasileiro, e existem aquelas pessoas que acompanham Blogs estrangeiros e ao ver um título chamativo vão e compram as milhas da Alaska, e no momento do resgate tem a péssima surpresa que só pode resgatar a partir dos EUA. Eu, sinceramente, não culpo o Blogueiro, pois o mesmo tem o seu público alvo, e é dever do leitor ler todas as regras da promoção antes de tomar qualquer decisão. Além disso ainda existe o problema da disponibilidade e expiração das milhas. Não são todos que tem o tempo que for para viajar, então o leitor vai lá compra e depois fica tentando até perder todas as milhas ou emitir a passagem. 

Situações desse tipo são de risco, e estou apenas fazendo esse alerta em função dos emails que recebi por não estar divulgando esse "Excelente Resgate" como os blogueiros americanos o estão fazendo, mas de novo, o público deste Blog é voltado para o Brasil, e mesmo que exista uma boa economia, o valor absoluto final do produto não compensa tendo em vista o valor alto do dólar hoje e pelos mecanismos adicionais que deverão ser tomados pelo passageiro para chegar e sair dos EUA afim de combinar tudo com o resgate da Alaska para o Oriente Médio. 

Agora, cabe ressaltar que caso exista alguém numa situação de sair ou chegar nos EUA indo ou vindo dos Emirados Árabes, em um segmento apenas, que já tenha um planejamento de voo confirmado para este segmento e exista disponibilidade, aí sim, nesse caso específico, mesmo com o dólar a 4 Reais vale a pena para desfrutar da experiência, e mesmo assim ainda vai sair puxado, mas vale a pena. Qualquer coisa diferente disso é arriscar e dar chances para o Azar de Milhagem, o famoso AZM, que é justamente o que as cias aéreas contam para aumentar o lucro delas com o seu prejuízo. No final das contas o único responsável é você. Muito Cuidado! E Boa Viagem!

*Imagens retiradas do site oficial da Emirates, e Jornal Travelling da Austrália.

Nenhum comentário:

Postar um comentário