terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Textual description of firstImageUrl

COMO REALMENTE VIAJAR QUASE DE GRAÇA

Muita gente ainda tem uma certa resistência com relação aos programas de fidelidade, seja devido ao desconhecimento, ou à incredulidade. E muitos dos argumentos é justamente que o gasto no cartão não justifica. Então resolvi fazer essa publicação mostrando como um brasileiro em média pode em 2 anos receber uma viagem quase de graça, digo quase, porque o pagamento das taxas e impostos deverá ser feito. 

Vamos supor uma pessoa que por exemplo já tem gastos cotidianos, e que essa pessoa é assinante do O GLOBO (Maior jornal em número de assinantes no país), e pega táxi esporadicamente. Atualmente o O GLOBO ainda está com uma promoção, que já tem faz tempo, onde o mesmo oferece, sem acréscimo da assinatura, 2.000 pontos Multiplus ou 2.200 pontos Tudo Azul por mês na manutenção de sua assinatura. Guardem essa informação. Vamos supor que você realize 5 corridas de Táxi por mês. E que para tudo isso você paga no seu cartão de crédito mais barato no mercado que remunera 1 ponto a cada dólar gasto.

Agora vamos pegar esses três fatores e fazer as contas para 2 anos, quando ocorre a validade dos pontos, tanto do Multiplus, como do Tudo Azul:

O GLOBO - 48 mil pontos Multiplus ou 52.800 Tudo Azul
Gasto Mensal: 83,90 Reais 

Taxi utilizando o App Easy Tax - 2.400 mil pontos Multiplus *Correção
Gasto Mensal: 5 corridas

Pagando as 2 contas acima com cartão de crédito em 2 anos: 1.100 pontos
Gasto total: 4.413,60 Reais

Considerando tudo constante com o dólar a 4 Reais teremos um total ao final de 2 anos de:

Multiplus: 51.500 pontos

Tudo Azul: 53.900 pontos

Veja que esses são hábitos comuns, e não considerando qualquer gasto extra no cartão de crédito, nem promoção de bônus na transferência de pontos do cartão para o programa de fidelidade. Eu fiz isso para demonstrar a você como você pode acumular muito e gastar pouco, e com isso pode viajar praticamente de graça, já que a pontuação em ambos os programas é suficiente para emitir um bilhete de classe econômica para os EUA, e mesmo assim existem outras opções de acúmulo.

Esse foi um exemplo simples e bem trivial de como é possível, antes de ocorrer a expiração dos pontos, utilizar os mesmos para seu benefício, e mesmo que ainda você não queira viajar, pode vender os mesmos, e receber algo de volta. Agora, imagina alguém que sempre potencializa esse acúmulo, sempre estando atento para as oportunidade de receber pontos no mercado. Eu sempre aconselho você a verificar a possibilidade de ganhar pontos antes de realizar quaisquer negócios, sempre. Até para quem compra carros na Peugeot já é possível acumular pontos, e são inúmeras as parceiras dos programas de fidelidade. 

Logo, você pode e deve ficar atento, para que possa receber algo de volta com as operações já presentes na sua vida, sem a necessidade de gastar nada a mais por causa disso. É importante também você saber resgatar esses pontos para que possa realmente tirar proveito, e não simplesmente trocar esses pontos por um barbeador elétrico, o que pode lhe resultar num desperdício de pontos. Esses pontos são muito valiosos, e podem trazer muitas coisas boas a você, e é por isso que estamos aqui, para te ajudar a acumular mais pontos, resgatar o menos possível para que sua experiência sempre seja a melhor possível. Então não deixe de prestar atenção ao seu redor, e veja onde poderá capitalizar mais pontos, mesmo que você não pretenda utilizar, pois assim como o seu prejuízo é o lucro das empresas de fidelidade, o seu lucro utilizando pontos é o verdadeiro valor de sua fidelidade para com a empresa. Boa Viagem!

*Imagem retirada do site do Multiplus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário