sábado, 5 de março de 2016

Textual description of firstImageUrl

LATAM FIDELIDADE: QUAL A NOVIDADE?

Eu demorei um pouco para ter tempo de analisar minuciosamente esse "novo" programa, que de novo não tem nada. A um primeiro olhar, parece que a cia aérea lançou completamente um novo programa, o que não é verdade. O programa "novo" já havia sido divulgado desde ano passado, passando apenas por algumas trocas de nomenclatura. As verdadeiras novidades estavam nessa postagem aqui.

Então cabe a nós fazer as seguintes perguntas:

1 - Houve mudança na forma de acúmulo de milhas desde o anúncio passado? Não.

2 - Foram criadas novas categorias de nível elite? Não.

3 - A TAM anunciou novas categorias elite. O anúncio não condiz com a realidade? Não houve a criação de novas categorias, apenas troca de nome das mesmas, de acordo com a figura abaixo divulgado pelo próprio programa. E é claro ver que a única mudança foi no nome.





4 - Houve alteração na tabela de resgates? Não, a tabela continua flexível respeitando os limites já divulgados pela TAM.

5 - Se aconteceu apenas trocas de nome, quais foram as novidades? Apenas três, das quais apenas uma é realmente importante. A primeira é que o seu CPF passará a ser seu número fidelidade para finalizar a integração com a plataforma Multiplus. A segunda é que o sistema irá melhorar significativamente de forma a permitir você fazer tudo online. e a terceira que é a mais importante é sobre a nova forma de concessão de upgrades, que explicaremos abaixo.

Como escrevemos acima, a única novidade mesmo nesse programa que irá debutar no próximo mês é a concessão de upgrades de cortesia, aqueles upgrades que não são pagos, e você pode solicitar de forma gratuita. Sinceramente, eu demorei um pouco a entender, pois achei a divulgação confusa, então vou tentar ser bem didático, e repetitivo começando pelas categorias de baixo para cima.

A partir de Abril, praticamente todos os níveis elite terão acesso ao modelo novo de escolha de upgrades baseados em cupons. Irá funcionar da seguinte forma: Cada vez que você atinge um nível elite receberá cupons eletrônicos a saber que o Gold (Antigo Azul) receberá 2 cupons, o Platinum (Antigo Vermelho) receberá 4 cupons, e o Black (Antigo Vermelho Plus) e Black Signature (Antigo Black) receberão 6 cupons.

Muito bem, então já sabemos quantos cupons cada um irá receber ao atingir o nível elite, o que nos deixa com a primeira dúvida, que é se este benefício será progressivo, como por exemplo, um passageiro que inicie sua qualificação do zero receberá 6 cupons ao atingir o Black por ter recebido 2 como GOLD e mais 6 como Platinum, ou se será acumulativo e então receberá 14 cupons, 2 como GOLD, 6 como Platinum, e mais 6 como Black. Então a partir daí existem duas possibilidades:

Receber cupons progressivamente: Total de 6 como Black

Receber cupons cumulativamente:  Total de 14 como Black

Eu não entendi direito porque na regra do site diz: "Os cupons não são cumulativos. 2. A quantidade de cupons será renovada anualmente ou a cada upgrade de categoria. *Considerando rotas dentro de Sul América, entre Sul América e Caribe / Cancún / Ilha de Páscoa / Papeete, bem como qualquer outra rota cujo segmentos não estão incluído no exemplo acima."

Ora, se a quantidade de cupons será renovada a cada upgrade de categorias, eu entendo que será cumulativo, e que se o passageiro chega a Black do zero, o mesmo terá direito a 14 cupons, mas justamente na linha adiante diz que os cupons não são cumulativos, o que também deixa a entender que você poderá receber apenas mais 4 quando chegar a Platinum e mais nada quando chegar a Black. Isso ficou mal explicado, e não obtive resposta até o momento da TAM. 

Já da renovação fica claro que serão renovados apenas aqueles cupons de direito da categoria, ou seja, se você for Black e renovar receberá os 6 cupons da categoria, ou se você cair para Platinum receberá apenas 4 cupons. Nesse caso de renovação está cristalino de entender. Também fica muito claro de entender que os clientes GOLD e Platinum poderão usar somente seus cupons se tiverem adquirido suas passagens na classe FLEX e PLUS, diferentemente do Black e Signature que poderão utilizar em qualquer classe tarifária. 

Outra dúvida que fica é se os clientes Black e Signature necessitam da utilização de cupons para upgrades ou se os mesmos seriam apenas para seus acompanhantes, pois a redação da página oficial não ficou boa, pois diz que os cupons podem ser utilizados para o passageiro ou acompanhantes, que no caso do GOLD e Platinum está ok, pois lá diz que você utiliza para você ou seus acompanhantes, já na aba do Black e Signature tem uma informação que não existe para os demais que é a confirmação do upgrade com 12h de antecedência, e não faz menção nenhuma a cupom eletrônico, então o meu entendimento foi o seguinte acerca dos upgrades:

GOLD e PLATINUM: Necessitam de cupons eletrônicos para upgrades para si ou para acompanhantes, desde que tenham comprado tarifa Flex ou Plus.

BLACK e SIGNATURE: Necessitam de cupons eletrônicos para upgrades APENAS para seus acompanhantes, sendo que para si poderá solicitar no momento do check-in como acontecia no passado do programa. "Essa afirmação acabou de ser confirmada pela TAM, logo estamos correto no nosso entendimento"

CONCLUSÃO:

Houve apenas uma única novidade, que será a introdução desse novo esquema de concessão de upgrades que ainda resta dúvidas, as quais serão sanadas com a introdução do programa. Agora a pergunta mais importante é: Será esse um bom programa para acumular milhas? Eu sempre digo que a resposta para essa pergunta é muito subjetiva, mas olhando os três maiores programas nacionais, é certo que este será dos três o menos pior. Na minha opinião, a partir de Abril, se tudo permanecer constante a escala de melhores programas de fidelidade será em primeiro o Latam Fidelidade, em segundo o Tudo Azul, e em último o Smiles, já que não existe nada depois do Smiles. 

Agora, é importante destacar uma coisa que o grupo LATAM "dormiu" e perdeu uma excelente oportunidade. o AAdvantage com a mudança para milhas em função do gasto em uma passagem de 300 dólares para os EUA irá dar 3.300 milhas para o membro Executive Platinum, já a TAM irá dar para o EXP ou seu Black/Signature a quantia de quase 13 mil milhas. Daí eu faço a pergunta: Em qual programa irei pontuar?

Obviamente no Latam fidelidade irei receber mais milhas, mas eu continuarei pontuando no AAdvantage até um certo momento, e qual será esse momento? Até eu atingir o nível Emerald da Oneworld para o resto da vida. É nisso que eu acredito que a LATAM deixou passar, na implementação de um programa "Million Miler" em que concede benefícios para o resto da vida para quem atinge aqueles níveis de 1, 2, 3, ou 4 milhões de milhas. 

Veja você, eu prefiro pontuar menos e assegurar algo que poderá ser utilizado para o resto da vida, a pontuar mais e ficar na insegurança do programa que paga mais. Para quem viaja muito raramente a recomendação é sempre pontuar naquele programa que paga mais, mas para quem é um viajante frequente a baliza não é a remuneração das milhas, mas a incorporação dos benefícios ao longo do tempo. Eu, por exemplo, já sou Platinum na AA para o resto da vida, com menos de 35 anos de idade, e apenas alguns milhares de milhas para chegar a 3 milhões, que irá receber o novo nível elite que a AA em breve anunciará o Platinum Plus, que irá garantir o Oneworld Emerald, e com isso terei excelentes benefícios até o fim da vida independente da classe voada, e isso trata-se de uma questão de escolha. Uma vez atingido esse patamar, sempre que possível viajar em executiva ou primeira classe, ou econômica em voos curtos, a cia aérea de escolha passará a ser outra, certamente a United para então começar um novo relacionamento para garantir benefícios para o resto da vida em outra aliança aérea, e por aí vai. 

Logo, vale a pena analisar, e estudar para saber qual será o melhor programa de fidelidade para você. Voltando ao tema do post, esse será um bom programa de fidelidade para o mercado brasileiros, caso mantenha as tabelas de resgate, e não se deixe influenciar pela necessidade de lucro do Multiplus que é uma empresa própria, assim como o Smiles. Já no que tange a novidades, a única novidade foi mesmo do novo esquema de upgrades, o qual ainda nos deixou dúvidas, e de resto foi tudo troca de nome, e nada de espetacular nesse suposto novo programa, mas ainda sim um programa que vale a pena pontuar comparado com seus pares nacionais. Sei que foi um texto longo, mas espero que você tenha entendido e gostado da leitura. Boa Viagem!


*Imagens retirada da página oficial da TAM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário