segunda-feira, 29 de agosto de 2016

PRESIDENTE DO GRUPO DA AMERICAN AIRLINES DEIXA O CARGO PARA SER PRESIDENTE DA UNITED AIRLINES

Scott Kirby, agora ex-presidente da American Airlines, acaba de se tornar o presidente da United Airlines, cargo acumulado pelo atual CEO Oscar Munoz. Todos sabemos que Scott Kirby foi a cabeça por trás das mudanças do AAdvantage para Revenue, gasto mínimo para qualificação elite, e ainda aumento extremos dos prêmios para diminuir os benefícios dos viajantes frequentes, e maximizar o lucro da cia aérea, uma estratégia que deu errado. Por quê? Como pode se perceber no último mês a American teve prejuízo, depois de uma série de lucros. O aviso aos investidores não é nada bom, já que os aviões da American estão vazios, pois o que segurava a empresa era o programa de fidelidade.

Com esse movimento, não sabemos quem demitiu quem, mas sair outro alto executivo depois de Suzane Rubin significa que o conselho da AA está perdido, pois estão apostando em algo que já se provou não dar certo. Eu sabia que a AA sofreria, mas não tinha a noção de que começaria tão cedo a sangria. Quem assumiu o AAdvantage não tem interesse em promover a lealdade, e sim servir a cia aérea para galgar cargos mais altos na empresa, embora eu acredito que não irá muito longe. Agora estou curioso para saber qual a direção a AA vai tomar já que o Scott é muito centralizados. Eu, honestamente, não gostei da atuação dele frente à AA, e espero que o conselho da United não permita que o mesmo tente centralizar tudo, ou eles serão os próximos a se lamentar, e quem deve estar feliz da vida hoje após um sério problema de TI é a Delta, pois é a real benefíciária de todos esses últimos acontecimentos, pois apesar do seu programa de fidelidade ruim, porém igual aos demais, ainda possui um bom produto, excelente performance, e customer service friendly.

LINK: PRESS RELEASE

Nenhum comentário:

Postar um comentário