terça-feira, 11 de outubro de 2016

Textual description of firstImageUrl

A QUESTÃO DA PARCERIA ENTRE SMILES E EMIRATES

Hoje, fiquei muito feliz, pois antes de mais nada estava em um evento de família, e por isso com pouco tempo, logo, obviamente sou o último a noticiar sobre a parceria, mas recebi alguns emails muito calorosos esperando a minha avaliação sobre a notícia, independente de quem divulgou primeiro, sendo a avaliação do Mestre das Milhas considerada a mais importante no ambiente de programas de fidelidade. Então aproveito aqui esse espaço para primeiramente agradecer a audiência que só vem crescendo, e o carinho de todos. Muito Obrigado!

Agora vamos ao que interessa. Hoje a assessoria de Imprensa do Smiles e da Emirates anunciaram oficialmente uma parceria entre as empresas. Mas o que se sabe até agora? Absolutamente NADA! Só existe especulação, pois o que foi divulgado foi apenas um anúncio formal como pré-requisito para dar entrada na papelada para o início da parceria. A única coisa que foi dito de importante mesmo é que haverá reciprocidade de acúmulo e resgate de milhas em ambos os programas, e é por isso que às vezes o Smiles fica chateado comigo, porque eu publico aqui aquilo que ninguém presta atenção ou não quer divulgar, então vamos aos fatos.


Primeira grande questão: Você irá acumular milhas Smiles em todas as tarifas da Emirates? Não sabemos pois não foi divulgado, logo não se pode assumir que qualquer voo da Emirates irá pontuar no Smiles, a não ser se o mesmo for em Classe Executiva ou Primeira Classe, mas eu acredito que os leitores desses blogs não são o público que pagam por uma tarifa de Executiva ou Primeira Classe da Emirates, com a única exceção de ocorrer um bug.



Segunda Questão: Antes mesmo de tocar no número de milhas necessárias para resgaste na Emirates é necessário saber se haverá opção de resgate em todas as classes, pois no caso de algumas parceiras do Smiles só pode ser resgatado classe econômica e classe executiva. Isso também não foi informado.


Terceira Questão: Agora sim, dadas as opções de resgate, será possível resgatar uma passagem em classe executiva ou primeira classe com a Emirates? Na Etihad e Qatar é cobrado 250 mil milhas e 300 mil milhas por trecho respectivamente para a classe executiva e Primeira Classe. Será diferente nesse nova parceria? Não foi informado.

Quarta questão: O comunicado apresentou uma inverdade, a maior companhia aérea internacional do mundo é a American Airlines, seguida da Delta, e a Emirates está na 19ª posição de acordo com o último ranking elaborado pela IATA. Então um CEO divulgar isso num comunicado oficial já é temerário pois demonstra desconhecimento daquele que lidera um dos maiores programas de fidelidade do país.

Quinta questão: A quem essa parceria vai mais beneficiar? Membros Smiles ou Membros Skywards? Pelo que entendi aposto no segundo, pois quem em sã consciência irá pagar um bilhete First Flex, ou Business Flex para receber um bônus de 50% ou 25% a mais em suas milhas? Ou seja, é mais fácil o pessoal da Emirates gastar com a Gol na Premium Economy do que o contrário.

Questão final: Muito foi anunciado, mas nada de concreto foi dito. O comunicado mais falou da experiência Emirates e do que fazer em Dubai do que as especificidades da parceria em si. Eu prevejo uma parceria irrelevante para os membros do Smiles, pois não é difícil chegar uma alta cobrança de pontos para resgate e não pontuar milhas nas tarifas mais baratas, mas isso é só palpite já que nada de fato foi divulgado ainda, exceto que se você comprar First Flex da Emirates irá pontuar 150% da distância voada, mas acho que esqueceram que o brasileiro não costuma ter 55 mil reais para pagar numa passagem aérea. Boa Viagem.

*Imagem retirada do site oficial da Emirates. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário