quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Textual description of firstImageUrl

A INSANIDADE BATE À PORTA

Como todo ano, a American lança seu programa de "Boost" Status, que pode ser o último em 2016. Por que? Simplesmente porque a empresa resolveu contar gasto mínimo a partir do ano que vem. Atualmente se você é Executive Platinum, o Top Tier da AA, e deseja manter, consegue pagar 2.500 dólares para completar 15 mil milhas, o que poderia ser interessante para quem viaja muito, pois antigamente você recebia 8 SWUs, e ainda tinha prioridade máxima em lista, e recebia 100% de bônus em milhas por distância. Agora, pode ainda ser uma última tentação, porque você ainda recebe 4 SWUS, prioridade máxima até 31 de Dezembro de 2016, e 120% de bônus nas parceiras da Oneworld em milhas por distância.

Eu, particularmente, jamais pagaria tal valor, pois prefiro pagar uma passagem de ida e volta para Hong Kong ou Sydney para completar essas milhas faltantes, no entanto, existem pessoas que ficam impossibilitadas de fazer isso em função do tempo. Mas tudo isso para mostrar como a American tinha um programa de "Boost" razoável e fazia dinheiro com isso. Agora vamos para 2017.


No fim do ano que vem, como a empresa vai oferecer o Boost se exigirá gasto mínimo? De que adianta cobrar 2.500 dólares para um passageiro virar Executive Platinum se no próximo ano virão a classe econômica premmium que poderá impedir o upgrade para a executiva, e a tarifa econômica básica que impedirá de usar seus benefícios elites? Mas e os SWUs que continuarão a ser 4 e com mais restrições? EXP em 2017 ficará atrás de Concierge Key, então não terá mais a máxima prioridade. Vejam como a vida é uma coisa interessante. Na tentativa de diminuir benefícios do programa, a American ridicularizou um excelente programa que dava certo no passado e trazia dinheiro para a empresa. Esse mesmo programa está sendo ridicularizado hoje nas redes sociais, e todos sinalizando como se a American Airlines fosse louca de cobrar os valores que cobrar para NÃO trazer benefícios nenhum. É simplesmente ridículo. 

A curiosidade maior é saber como a AA vai implementar esse tipo de programa no próximo ano se o fizer, pois teremos mais um nível elite inútil, o Platinum Pro, que nem parte do Million Miller faz, e não traz benefício significativo nenhum. A verdade é que com a implementação da econômica básica nenhum status elite irá trazer benefício algo. A AA merece um verdadeiro parabéns por ter ido de melhor a pior em tão pouco tempo. Depois de uma onda de ridicularizações da oferta nas redes sociais americanas, a administração está meio perdida não entendendo o que está acontecendo, pois na cabeça deles, isso é um excelente negócio, e é exatamente nesse momento que a insanidade bate à porta. Obviamente que não recomendo tal oferta mas se você tiver curiosidade qual será a oferta da AA para você clique no link abaixo. Boa Viagem.


*Imagens retiradas do site oficial da American Airlines.

Nenhum comentário:

Postar um comentário