domingo, 27 de novembro de 2016

Textual description of firstImageUrl

BLACK FRIDAY: A DIFERENÇA ENTRE DOIS MUNDOS

Esse ano passei a Black Friday nos Estados Unidos, e tivemos a oportunidade de comparar bem as promoções com as brasileiras. Após dois dias de compras podemos chegar a uma conclusão, de que a diferença é gritante. A Black Friday no Brasil me pareceu fraca, principalmente no mundo de milhas e pontos. Houve melhoras com relação ao passado nas promoções de lojas, mas foram pontuais. Na parte de programas de fidelidade o Multiplus parece que gostaria de virar shopping insistindo que você trocasse seus pontos nos produtos com até 80% de desconto, mas não ofereceu nenhum resgate reduzido pelo mesmo valor. Já o Azul deu muitos pontos, mas não colaborou no resgate, ou seja, você poderia acumular se gastasse. O Smiles, na minhã opinião foi o que se saiu melhor, com promoções de compra, transferência, clube, acúmulo e resgate, mas ainda assim não foi nada de forma grandiosa, mas demonstrou um esforço em querer facilitar o negócio para seus clientes. A Avianca sofreu um Blackout de vez, pois nem apareceu. A Latam chegou a divulgar promoções, porém tudo com datas pré-definidas em dias que quase ninguém poderia aproveitar. 

Apesar de tudo, considero a Black Friday Brasileira Boa no ano de 2016, pois houve iniciativa, e vontade de fazer promoção, e não percebi tentativas de fraude. Tudo indica que ano que vem, de 2017, possa ser tudo muito melhor, pois as empresas podem aprender com seus erros passados, e investir naqueles pontos que merecem maior atenção. Recomendo a todos que puderem de enviarem um feedback honesto para as empresas, pois isso é importante para balizar as modificações para as promoções futuras.

Com relação a Black Friday dos EUA é uma aventura, pois você vira a madruga nas lojas e shoppings em busca de "deals" que muita das vezes ficam bem escondidos. Assim como no Brasil tudo que é novo não entra na Black Friday, mas aquilo que já está num bom tempo no estoque tem seu valor reduzido drasticamente. Além disso são feitas as promoções "systemwide" que valem para toda a loja, que reduz o valor da compra de acordo com o desconto oferecido, por exemplo, Dicks ofereceu 20%, a Bed Bath and Beyond 20% também, entre outras, que aliados aos aplicativos Ibotta e Shopkick te oferecem uma economia sem igual. O PS4 por exemplo vendido incialmente a 399 dólares podia ser encontrado a 299 dólares em alguns locais, e quem comprasse Iphones e ativassem em algumas lojas poderiam receber até 250 dólares em Gift Cards. A Amazon como sempre foi uma grande vencedora na Black Friday com promoções fora de série, e até mesmo os Gift Cards sofrem redução como por exemplo comprar gift cards da Shell, Olive Garden, T-Mobile por 20% de desconto, podem ajudar a reduzir seu gasto nos EUA de forma significativa. 

No que tange o mundo de milhas e pontos nos EUA achei fraquíssima a Black Friday, com exceção para a Rede Fairmont de Hotéis que vendeu Gift Cards com bônus de 20%, ou seja, se você comprasse um cartão pré-pago de 1.000 dólares da rede, receberá 1.200 dólares para gastar, o que na minha opinião é um verdadeiro "deal", principalmente para quem tem reservas futuras, pois esse giftcard pode ser aplicado para todos os gastos de conta realizados nos hotéis da rede. Considero que as aéreas americanas perderam uma grande oportunidade de explorar a Black Friday. A American Airlines por exemplo zombou de você a oferecer meras 20 mil milhas de bônus na compra do lote maior de 100 mil milhas que dá algo em torno de quase 4 mil dólares, uma verdadeira loucura. 

Em suma, a Black Friday americana é muito melhor que a brasileira nas lojas, e muito pior que a brasileira no mundo de milhas e pontos, e isso chega a ser interessante, pois demonstra que as empresas de fidelidade estão mais interessadas nos clientes brasileiros do que as americanas, e isso é um bom sinal, pois em promoções futuras os negócios podem melhorar muito. Em função de muitos objetos de viagem fazer parte da Black Friday divulgamos as promoções de lojas também, e notamos que as bagagens foram as vencedoras dessa sexta-feira negra com promoções excelentes, talvez por não estarem sendo tão vendidas como antigamente, tanto nos EUA, como no Brasil. Agora vamos aguardar a cyber monday para sabermos se existirá alguma promoção legal que podemos tirar proveito. Espero que você tenha sabido aproveitar essa Black Friday. Por favor deixe suas imprensões nos comentários, pois o feedback é sempre muito bem vindo. 

*Imagem retirada da internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário