COMPARTILHAR VIA
Esse é um verdadeiro achado porque comporta três componentes que fazem uma viagem valer a pena. Primeiro o destino, a Tailândia, que é um lugar espetacular, e muito hospitaleiro. Segundo a tarifa, que apesar de ser um valor alto, é um achado para a classe executiva da Royal Jordanian à bordo do seu novíssimo 787, que faz parte da aliança Oneworld, e isso traz o terceiro componente que é o fator de pontos. Essa viagem vai garantir no mínimo 19 mil pontos no AAdvantage, sendo que se você for elite nível máximo receberá pouco mais de 30 mil pontos em um programa que hoje é quase impossível ganhar milhas ou pontos. Além disso, é uma excelente opção para contornar o requerimento de EQD, essa tarifa vai te garantir 2.500 EQD, enquanto que seu gasto real foi de 1.700 USD. No que tange à qualificação elite serão 19 mil pontos. 
Existe um inconveniente, que obviamente como você pode ter notado é que a passagem tem origem e retorno em Paris, porém isso é facilmente superado, uma vez que promoções para a Europa estão sobrando, e atualmente é possível achar tarifas para Paris por menos de 2 mil reais, ou ainda utilizar pontos em promoções de programas de fidelidade nacionais necessitando por vezes menos de 70 mil pontos para uma viagem de ida e volta. Podem surgir reclamações quanto ao valor da passagem e origem do itinerário, mas para quem acumula pontos no AAdvantage e vai continuar com o mesmo no próximo ano sabe que essa é uma excelente tarifa. Como sempre a escolha é sua. Boa Viagem.
LINK DE AMOSTRAGEM NO VIAJANET: LINK DE AMOSTRAGEM NO VIAJANET
*SE COMPRAR LÁ É ACRESCIDO 500 REAIS DE ENCARGOS, PORÉM POSSIBILITA PARCELAR E EVITAR IOF DE COMPRA INTERNACIONAL.